A realidade virtual é uma ferramenta poderosa e intuitiva para que engenheiros e arquitetos criem projetos interativos e forneçam ao cliente uma percepção realista do panorama simulado. É uma tecnologia que teve considerável desenvolvimento nos últimos anos com  preços mais acessíveis associada a interatividade das aplicações em novas possibilidades à indústria da construção com a facilidade de visualização em escala real dos modelos digitais de edifícios, antes mesmo de serem construídos.

Transportar o BIM à realidade virtual!

Existe uma variedade de tecnologias de realidade virtual, que foram desenvolvidas para atender a demanda de criação de jogos no mercado de entretenimento, mas que atendem, ao mesmo tempo, aos profissionais de engenharia e arquitetura. As tradicionais ferramentas tecnológicas utilizadas por engenheiros e arquitetos como o CAD e o BIM, ganham reforço e praticidade com as novas tecnologias de realidade virtual. Então conheça alguns exemplos, que são amplamente utilizados nos EUA e que podem fazer a diferença nos projetos de engenharia e arquitetura.

12 tecnologias de realidade virtual para cativar engenheiros e arquitetos

1. Capacete inteligente: o capacete inteligente da Dagri, por exemplo, possui câmeras de navegação de 360 ​​graus, sensor de profundidade de alta resolução e uma ferramenta de medição inercial –  “é um dispositivo eletrônico que mede e relata a força específica do corpo, a taxa angular e, às vezes, o campo magnético ao redor do corpo, usando uma combinação de acelerômetros e giroscópios, às vezes também magnetômetros” – o capacete cria uma realidade aumentada para ajudar os funcionários no canteiro de obras a terminarem seus trabalhos de forma mais eficiente.

2. Propect by Iris: oferece um software de revisão e colaboração de projetos para engenheiros e arquitetos. É usado por empresas de design, equipes BIM e VDC e engenheiros para tomar decisões na construção de design mais dinâmicos e melhores. Outro benefício é que permite reuniões para uma equipe de usuários numa ação colaborativa.  O IrisVR é integrado com o Revit, o Rhino, o SketchUp e outras ferramentas 3D prontas para uso.  O tempo é um aliado e esta ferramenta agiliza o processo pra passar do complexo BIM para o VR – a realidade transportada para o ambiente virtual. O que significa que o IrisVr permite uma simulação no computador de uma realidade mais aprimorada dos modelos de projetos de engenharia e arquitetura apresentados.

Iris converte o BIM em realidade virtual

Legenda: o Iris converte o BIM em realidade virtual

3. MakeVR da Sixsense:  é uma aplicação de software para quem tem menor conhecimento em softwares de modelagem e desenho CAD. Por isso, o MakeVr veio para tornar o método de modelagem tridimensional mais prático e fácil para engenheiros. A versão multi-touch 3D do MakeVR é bem interessante, porque esta tecnologia virtual permite entrar fisicamente na cena 3D e modificar os modelos sólidos baseados em CAD por um sistema de rastreamento de movimento. Além disso, é possível imprimir as criações em impressora 3D.

4. Unity: mais uma tecnologia virtual muito usada para criação de jogos é o Unity. Mas a surpresa é que ele também transforma ou traduz modelos CAD ou BIM em ações de realidade virtual, que levavam mais tempo e mais conhecimento de programação para engenheiros e arquitetos. O unity importa, gerencia e otimiza conjuntos CAD para desenvolvimento em tempo real. O mecanismo de jogos Unity, também auxilia nos modelos Revit/3D – software para a arquitetura – criado dentro do conceito de Modelagem das Informações de Construção (BIM) – e permite aos profissionais fazer criações utilizando modelagem paramétrica – número finito de parâmetros – de elementos em um espaço de realidade virtual.

Unity Download

O Unity é uma boa opção para arquitetos

5. Unreal: o Unreal também é voltado à criação de jogos usados ​​em ambientes de realidade virtual.  É gratuito para profissionais de arquitetura e usado para visualizar espaços e conquistar modelos arquitetônicos em ambientes profundos. O Unreal permite que engenheiros e arquitetos projetem e construam no ambiente de realidade virtual através de um conjunto de ferramentas de edição e modelos de interação projetados à construção do mundo da RV. O resultado é uma experiência construída sobre movimentos e interações naturais.

6. Fuzor: a Fuzor transforma em tempo real modelos Revit ou Sketchup em experiências de realidade virtual. Na construção, ele acelera o processo para obter designs em realidade virtual, que permite interação e melhore o projeto de engenheiros e arquitetos.

7. Twinmotion: desenvolvido para profissionais de arquitetura, construção, paisagismo e planejamento urbano é um mecanismo de visualização simples e eficaz que aceita vários modelos independente do tamanho e complexidade de seu projeto, equipamentos, habilidades em informática ou para modelagem em realidade virtual, além de gerar gráficos em um curto espaço de tempo.

8. Hololens: O Hololens é da Microsoft e está em fase de desenvolvimento. Usa a realidade aumentada para criar objetos tridimensionais dentro de um espaço real X realidade virtual, através do uso da luz para criar imagens holográficas. É o primeiro computador holográfico a executar no Windows 10 com o equipamento desligado apresentando uma realidade misturada do cenário permitindo-nos fixar hologramas em nosso ambiente físico. É a visualização do conteúdo digital do nosso mundo real.

Hololens

A HoloLens oferece uma imersão no ambiente de realidade virtual

9. VRSCA: o VRSCA processa dados para simular um edifício com desempenho 200 vezes maior que um grande projeto com a capacidade que um laptop com facilidade e de alto desempenho comporta. Além disso, é uma ferramenta que permite grupos de pessoas interagirem ao mesmo tempo, ou seja, multiequipes podem atuar conjuntamente.  Arquitetos e engenheiros podem navegar simultaneamente até quatro clientes por meio de um ambiente virtual e, ao mesmo tempo, hospedar remotamente até 32 espectadores.

10. Daydream: o Google Daudream explora espaços virtuais para jogar e assistir a filmes, mas profissionais do setor da construção, usam essa tecnologia para melhorar o controle de qualidade, facilitar a comunicação com o cliente, tem seu próprio controle remoto e conta com o uso de smartphones em vez de computadores desktop.

11. Hologramas tocáveis: essa ferramenta ajuda a escolher diferentes texturas de interior para o projeto e demonstra que os hologramas agora podem se afastar das superfícies 2D e entrar em um mundo 3D ilimitado com dimensão interativa. Dê adeus ao pesado material para showroom e troque por uma simples projeção holográfica.

12. Autodesk Live: permite que os usuários transformem os modelos do Revit e entrem em seus próprios projetos para compartilhar e apresentar. Engenheiros e arquitetos fazem o upload de modelos BIM para a nuvem e visualizações interativas podem ser publicadas para dispositivos móveis. O Autodesk live fornece aos clientes uma boa noção do seu design desde o início para que as alterações possam ser feitas sem atrasos nos projetos.



A realidade virtual é um tema atual e o mercado dispõe de muitas tecnologias para engenheiros e arquitetos para emergir os expectadores para um ambiente temático dos estágios iniciais de criação até o controle total do projeto. Maior campo de visão, dispositivo de retina virtual para exibição de vídeos, realidade virtual reproduzida no seu telefone, a robótica como aliada, precisão de imagem do projeto, prevenção de reflexos, realidade aumentada, criação de sons no ambiente e facilidade de uso das ferramentas de 3D em escritórios são as potencialidades que as tecnologias de realidade virtual oferecem para profissionais de engenharia e arquitetura.

Obter impacto nos projetos e exemplificar como um ele se transformará em realidade é uma missão do arquiteto. Soluções de realidade virtual facilitam a relação com os clientes e parceiros, além de proporcionar através da modelagem virtual vantagem competitiva e melhora da eficiência do fluxo de trabalho dos profissionais de engenharia e arquitetura.